Educandário Humberto de Campos se organiza para iniciar a transição – De Escola Tradicional para Escola Inovadora

banner_alto_paraiso_2017

Imagine uma escola onde os estudantes são estimulados a ter compromisso com a natureza, com energia, alimentação, plantação e consumo consciente, e ainda vai à campo colocar tudo isso em prática?! O Educandário Humberto de Campos, da Cidade da Fraternidade no município de Alto Paraíso de Goiás, pode ser este local.

Com o tema Sustentabilidade, na segunda-feira (23/01), a Escola iniciou os primeiros passos para o processo de transição: de modelo tradicional para um modelo de escola inovadora. Nesta terça (24), os estudantes realizaram algumas plantações, passaram por um Censo de Perfil e a partir disso surgiram muitas ideias voltadas para o desenvolvimento da criatividade e para a promoção da sustentabilidade, bem como o planejamento da realização de painéis de Graffiti com a temática proposta. Além disso, nos próximos dias os alunos plantarão cerca de meio hectare de mandioca em busca de melhorar a alimentação escolar.

Escolhida pela Secretaria de Educação, Cultura e Esporte do Estado de Goiás (SEDUCE/GO), a Escola faz parte de um projeto piloto que tem relação direta com a construção da Escola do Bem Viver, no âmbito da implantação dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) e da Agenda 2030 da Organização das Nações Unidas (ONU) no Estado de Goiás. O município de Alto Paraíso foi escolhido para ser piloto do programa e deverá se tornar referência de sustentabilidade no país. O compromisso foi firmado pelo governo estadual, em nome do governador Marconi Perillo, e conta com o apoio técnico da prefeitura local e de organizações da sociedade civil, representadas pela Associação Awaken Love.

Na articulação do projeto piloto está a criação do Instituto de Pesquisa e Extensão em Arte Educação e Tecnologias Sustentáveis (IPE ARTES), sob a coordenação de Luz Marina de Alcantara, representante da Secretária de Educação, Cultura e Esporte, Raquel Teixeira, na implementação deste projeto em Alto paraíso de Goiás. O IPE ARTES oportunizará, neste ano, ações de formação inicial e continuada e cursos em diversas modalidades nos eixos: Arte/Educação, Sustentabilidade, Cultura de Paz e Educação para a Diversidade. O objetivo das ações educativas do Instituto é favorecer o protagonismo e autonomia da comunidade local por meio do desenvolvimento da sensibilidade crítico-criativa e do empreendedorismo social.

Comentários estão fechados