Cursos Presenciais

-Proposta Conceitual

A formação continuada e o acompanhamento pedagógico são fundamentais para a qualificação e aprimoramento dos profissionais que atuam em nossas unidades escolares, para garantir melhores resultados na aprendizagem. Este é um princípio defendido pela Secretaria de Estado de Educação, Cultura e Esporte – SEDUCE – que se reflete nas ações ligadas ao Centro de Estudo e Pesquisa “Ciranda da Arte”, que tem como atribuição oferecer a formação contínua aos profissionais que ministram a disciplina Arte, na área de Dança, Música, Teatro e Artes Visuais.

Uma permanente formação deve desenvolver uma atitude investigativa e reflexiva, tendo em vista que a atividade educacional é um campo de produção do conhecimento que envolve conceber, planejar e avaliar a prática pedagógica. Ao estabelecer diálogos entre a prática de sala de aula e os conhecimentos adquiridos por meio de formações e vivências, o professor redimensiona continuamente a sua práxis, fortalecendo seu corpo de conhecimentos e de técnicas de instrumentação profissional. Assim, valorizamos suas experiências pessoais, suas incursões teóricas e seus saberes da prática, possibilitando-lhe que compreenda e enfrente os desafios com os quais se depara no cotidiano escolar.

Este é um momento singular para a educação em arte no Estado de Goiás, tendo em vista que estamos em processo de Reorientação Curricular e novos caminhos estão sendo delineados na perspectiva de um ensino de melhor qualidade. Os professores da rede são chamados ao diálogo, à reflexão e a dar suas contribuições neste processo dialógico, que se constrói por meio do compartilhamento de idéias e experiências. Neste sentido, oferecemos um espaço para uma aprendizagem conjunta, refletindo e trocando experiências sobre as ações educativas que foram, estão sendo e serão desenvolvidas nas unidades escolares.

O Centro de Estudo e Pesquisa “Ciranda da Arte” tem a cultura e os sujeitos como elementos centrais nas propostas de ensino-aprendizagem, e por esta via busca compreender e desenvolver as artes, na escola, como expressão e como fator de identificação cultural. A cultura situa os sujeitos no tempo e no espaço, abrindo possibilidades de apropriação, produção e construção de conhecimentos e práticas artísticas, para a educação dos sentidos e para a compreensão e interpretação das representações simbólicas.

Ao estabelecer discussões sobre a centralidade dos sujeitos nos cursos de formação continuada, é imprescindível abrir espaço para reescrever-reapresentar as histórias pessoais de professores e estudantes, suas expectativas, sonhos e perspectivas de formação profissional, dando ênfase às narrativas e projetos de vida, privilegiando a experiência de planejar e conhecer outras formas de vivenciar o processo ensino-aprendizagem.

Esse espaço de aprendizagem consiste, sobretudo, na realização de cursos e grupos de estudos voltados para as áreas da arte, e para tanto o presente documento busca aprovação do Conselho Estadual de Educação para o Biênio 2011/2012.

-Objetivos

  • Promover o estudo e a reflexão em torno de concepções e práticas pedagógicas em arte;
  • Subsidiar teórico-metodologicamente as ações educativas em arte;
  • Capacitar os professores da Secretaria de Educação que ministram arte;
  • Fomentar projetos e/ou seqüências didáticas nas unidades escolares em que os professores atuam, relacionando a teoria com a prática investigativa;
  • Incentivar o acesso a espaços culturais, tais como museus, exposições, espetáculos de dança e teatro, concertos musicais e outros.

Cursos

Cursos 2015 – Em breve

Comentários estão fechados