IPEARTES RECEBE FROTA DE VEÍCULOS OFF-ROAD

Foram adquiridas uma caminhonete e duas vans 4×4, de modelo exclusivo do Estado.
No dia 06 de setembro, a equipe do IPEARTES, o Instituto de Pesquisa, Ensino e Extensão em Arte Educação e Tecnologias Sustentáveis, recebeu o Superintendente de Ensino Fundamental do Estado de Goiás, Luciano Gomes Lima, representante da SEDUCE, Secretaria de Estado de Educação, Cultura e Esporte de Goiás, para a entrega de três veículos 4X4, a serem utilizados nas atividades que o Instituto desenvolve por toda a região da APA de Pouso Alto. O evento aconteceu na Praça do Turista, em Alto Paraíso de Goiás, e contou com a presença da coordenadora geral do IPEARTES e diretora do Centro de Estudo e Pesquisa Ciranda da Arte, Luz Marina de Alcantara, e as representantes da Secretaria Municipal de Educação, Lícia Mara e Nislene Costa, além da equipe de educadores do IPEARTES e a comunidade de Alto Paraíso.

Luz Marina de Alcantara, Laryssa Galantini, Daniela Ribeiro, Luciano Gomes, Luana Índia, Alessandra Possebon, Nayana Morais e Maria Helena celebram a entrega das chaves das Marruás

O IPEARTES desenvolve ações educativas em toda a região do entorno do Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros, principalmente em Alto Paraíso, nas comunidades de São Jorge, Moinho e Sertão. Em Alto Paraíso, o Instituto atua em espaços como o Centro de Vivências Crescer, Escola Zeca de Faria, Educação Infantil Escola Francisquinho, CRAS, CCCA – Centro de Convivência da Criança e do Adolescente, além da EJA (Educação de Jovens e Adultos) no Colégio Estadual Gerson de Faria, com extensões na comunidade do Moinho e Sertão, e também na ASJOR (Associação de Moradores da Vila de São Jorge). Além dos projetos educacionais, o Instituto também desenvolve projetos culturais e de educomunicação, com o MIDIALAB. Além disso, também são oferecidos mais de 30 cursos livres para a comunidade, nas áreas de Educação, Cultura, Sustentabilidade e Práticas Corporais. Um dos projetos mais abrangentes do IPEARTES, a Olimpíada de Humanidades, que está em sua segunda edição, alcança ainda as demais cidades da APA de Pouso Alto: São João d’Aliança, Colinas do Sul, Cavalcante, Teresina de Goiás e Nova Roma.

A comunidade de Alto Paraíso se reúne na Praça do Turista para celebrar os investimentos no IPEARTES

Com uma equipe de mais de 80 educadores, e uma área de atuação tão abrangente, um dos desafios do IPEARTES é a organização de sua logística. Além da importância de contarmos com a disponibilidade de transporte para a atuação dessa equipe, há ainda a necessidade de circulação por estradas não asfaltadas, algumas de difícil acesso, como a estrada que leva para a comunidade do Sertão. A partir de agora, esse trabalho será facilitado com o uso das duas vans com tração 4×4, com capacidade para 10 passageiros, cada, além de uma caminhonete. Segundo Luciano Gomes Lima, Superintendente de Ensino Fundamental, da SEDUCE, “não podemos imaginar uma educação com qualidade sem pensar nas pessoas que realizam esse trabalho. Esses veículos são um sinal de que essa equipe é reconhecida, lembrada e querida pelo Governo de Goiás”.

Superintendente do Ensino Fundamental, Luciano Gomes Lima ressalta a importância do trabalho do IPEARTES

Os veículos, modelo Agrale Marruá, são protótipos, não disponíveis comercialmente, e são produzidos sob encomenda, exclusivamente para o governo. São veículos com a mesma tecnologia e mecânica que também servem ao Exército Brasileiro, oferecendo robustez e resistência para o acesso a áreas remotas, além de contarem com cabines adaptadas, proporcionando conforto e segurança para os passageiros. Foram investidos R$ 814.500,00 na aquisição dessa frota.

Comunidade de Alto Paraíso festeja as conquistas do IPEARTES/SEDUCE no Território do Bem-Viver

Segundo Luz Marina de Alcantara, a aquisição desses veículos “é resultado da confiança no trabalho do IPEARTES, por acreditar e entender que ele é realmente uma possibilidade para o bem-viver”. Nas palavras de Lícia Mara, Secretária Municipal de Educação, “hoje não se pensa Alto Paraíso sem o IPEARTES. Os profissionais do Instituto, cada um com suas habilidades, todos muito bem selecionados, estão fazendo a diferença em Alto Paraíso”.

Luciano Gomes e Luz Marina de Alcantara explicam a importância das Marruás para o projeto do Território do Bem-Viver

A partir do decreto 8.824/2016, assinado pelo Governo do Estado, que busca alcançar os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, conhecidos como ODS e estabelecidos pela ONU, foi criado o Comitê Intersecretarial para o desenvolvimento do projeto “Alto Paraíso: Território do Bem-Viver” e um acordo de cooperação técnica foi assinado entre o Estado de Goiás, a Prefeitura de Alto Paraíso de Goiás e entidades da sociedade civil. O IPEARTES surge como projeto-piloto dessa perspectiva e traz consigo a intertransdisciplinaridade entre os pilares Arte, Educação e Tecnologias Sustentáveis, carregando uma visão holística do desenvolvimento humano e fundamentada na ODS #4 da ONU, que busca: “assegurar a educação inclusiva, equitativa e de qualidade, e promover oportunidades de aprendizagem ao longo da vida para todas e todos”. Essa visão baseia a política adotada pela SEDUCE no território, e conforme informado pelos representantes presentes no evento, o Governo do Estado busca ser a base para viabilizar a “Plataforma do Bem Viver”, com atuação na área do Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros.

Momento de grande felicidade e gratidão. O IPEARTES está profundamente integrado à comunidade

A proposta é transformar o município de Alto Paraíso de Goiás em uma “comunidade educadora”, baseando-se nos princípios da Educação Integral e considerando a formação dos sujeitos de forma integrada com os diferentes níveis de realidade e percepção dos seres, não apenas as dimensões cognitivas e intelectuais dos processos de ensino-aprendizagem, mas também seus aspectos afetivos, estéticos, éticos, físicos, emocionais, espirituais, ambientais, culturais e sociais.

Estudantes de Alto Paraíso prestigiam a entrega dos veículos, que beneficiarão toda a comunidade

Tendo como princípios do IPEARTES a Arte-Educação, Cultura de Paz, Educação em Direitos Humanos para a Diversidade, Sustentabilidade e Educação Integral, todos os projetos trabalham auto-responsabilidade, respeito, presença, humildade e empatia. A busca pela inovação de conteúdos e formatos acontece de forma constante, agregando demandas apresentadas pelas comunidades e respeitando suas especificidades, tendo em vista a multiplicidade de ações do Instituto.

Equipe de motoristas do IPEARTES vistoriam as Marruás

Texto: Kayalu Mendonça e Erasmo Alcântara

Fotos: Erasmo Alcântara

Comentários estão fechados